Categories

A sample text widget

Etiam pulvinar consectetur dolor sed malesuada. Ut convallis euismod dolor nec pretium. Nunc ut tristique massa.

Nam sodales mi vitae dolor ullamcorper et vulputate enim accumsan. Morbi orci magna, tincidunt vitae molestie nec, molestie at mi. Nulla nulla lorem, suscipit in posuere in, interdum non magna.

Enjôo…

EnjoadaGente… este negócio de enjôo existe mesmo! Depois de um pouco de pesquisa na Internet e alguns sites voltados para a gravidez e  gestação, os números que encontrei indicam que 70% em média das gestantes apresentam náuses e enjôos.

Depois de alguns dias você, futuro papai, já está mais acostumado com eles. Duvida? Olha só a situação da última quinta-feira, dia 26 de fevereiro, depois do carnaval:

Fui trabalhar normalmente pela manhã, saindo de casa com a Lu com aquela cara de enjôo matinal de praxe (coitada!). A parte da manhã passou rapidamente  e tive algumas reuniões pela tarde. Lá pelas 15:30 liberou um tempo e liguei para casa para ver como a Lu estava passando. 

Luzi (falando rapidamente): – Alô?

Eu (extremamente terno, meigo e carinhoso): – Oi. Tá tud…

Luzi (me cortando, na maior naturalidade, mantendo o rítmo): – Rê, vou vomitar. Te ligo depois. 

Eu (sem muitas opções, mas já sabendo como estavam as coisas… normais):

Ainda bem que, nas pesquisas feitas na Web, o enjôo é tratado com um bom sinal. As causas do enjôo ainda não estão definidas. A teoria mais aceita é aquela que atribui as náuseas como sendo efeitos do espantoso aumento de hormônios, sinal de que está tudo em ordem!

Duas coisas precisam estar sempre na cabeça dos dois, pai e, principalmente, mãe:

  1. É um bom sinal e é por uma boa coisa. Indica as transformações que o corpo da mulher está passando para receber e desenvolver o novo corpinho.
  2. Isso passa! Os três primeiros meses concentram a grande parte destes enjôos.

Um conteúdo útil encontrei no site da FOLHA (clique aqui para ver a página) , extraído do livro O Manual do Grávido

4 comments to Enjôo…

  • Nice

    adorei a sua atitude, é isso aí Renato, compartilhe cada momento com a Luzinete. Não existe nada melhor do que ser pai e mãe. Adorei o blog, com certeza vou continuar acompanhando. Parabéns e muitas felicidades.

  • Hilda

    O que é o que é: o que é ótimo e pode ainda ficar melhor? Resposta: a família do Rê e Luzi crescendo!!!!!!!!!!

  • Hahahahaha Adorei o diálogo rs
    Tadinha da Luzi!!!

    É, Renato… Você achava que só a mulher ficava grávida? Não basta ser pai, tem que participar (você deve adorar ouvir isso agora rs)

    =)

  • Thais Stella

    ahahahahahahahaha
    Desculpe, sei que não deveria dar risada, mas é que depois que passa a gente acaba achando essa fase engraçada…
    Pois é. No meu caso, quando completei doze semanas melhorou MUITO, e com dezesseis já não tinha mais nenhum sinal de enjôo.
    Vocês vão ver que o segundo trimestre é uma delícia. Ainda não tem o PESO do terceiro, e já não tem os enjôos do primeiro. E o melhor: é quando o bebê começa a dar suas primeiras mexidinhas que os papais podem sentir com a mão…
    Acho que vocês vão curtir muito.
    Se for menina, como fica? Clara Isis Cruz Carvalho?
    Beijos ao casal.