Categories

A sample text widget

Etiam pulvinar consectetur dolor sed malesuada. Ut convallis euismod dolor nec pretium. Nunc ut tristique massa.

Nam sodales mi vitae dolor ullamcorper et vulputate enim accumsan. Morbi orci magna, tincidunt vitae molestie nec, molestie at mi. Nulla nulla lorem, suscipit in posuere in, interdum non magna.

Parto Natural e Parto Domiciliar

Bem, acho que chegou a hora de falarmos de um assunto muito importante!

Antes gostaria de primeiro dizer que não estamos dispostos a discutir, a intenção do blog é compartilhar!  Através do blog queremos compartilhar com todos as nossas descobertas e experiências, de modo a guardamos as recordações desta fase ao mesmo tempo que talvez possamos até ajudar outras pessoas a refletirem sobre algumas coisas!

Todas as nossas decisões são tomadas após uma séria pesquisa, analizando cada ponto da questão, após uma profunda reflexão sobre o que compreendemos  do assunto e principalmente com muita consciência sobre nossas motivações!

Até agora Renato e eu decidimos tudo juntos e em comum acordo!  Felizmente nossas opiniões concordam sempre, nossos ideais são os mesmos, e encontramos sempre um no outro o maior apoio que poderíamos desejar!

Dito isto tudo, acho também que vale a pena deixar claro que respeitamos muito as opiniões e decisões dos outros, e não temos a menor intenção de convencer ninguém sobre nada!  Sequer acreditamos que isto seja possível, acho que ninguém pode convencer ninguém sobre nada, tudo é uma questão de consciência, e isto é a de cada um! Portanto não temos pretenções sobre convencer ninguém de que as nossas decisões são certas!  Elas são certas para nós!  Nos servem pois pesquisamos e refletimos muito sobre elas, e conscientemente escolhemos!

Tudo isto é por que vamos abordar um tema que é extremamente controverso!  As pessoas costumam diferir muito sobre o assunto, mas não poderíamos deixar de falar, dada sua grande importância. Acho que pessoas que nunca antes pensaram sobre a questão talvez possam fazer suas próprias pesquisas e chegar à sua própria conclusão!

Nosso sonho de constituir uma família, termos filhos, é anterior ao nosso encontro nesta vida. Tanto o Renato quanto eu sempre almejamos realizar este sonho que estamos agora vivendo juntos, e cada um durante sua vida acalentou as formas como gostaria que isto acontecesse!  É maravilhoso saber que até aquilo que sonhamos separados era em essência  a mesma coisa…

Sempre sonhei para mim ter um parto natural, livre de anestesias, cortes desnecessários, medicamentos; sempre sonhei em ter um parto onde tudo fluísse naturalmente, e que meu neném viesse direto para os meus braços e pudesse mamar tranquilamente logo em seguida!

Sempre li e estudei muito sobre o assunto, sobre os benefícios tanto para o bebê quanto para a mãe sobre o parto natural!  Algo muito simples de constatar é que uma cesariana é a última opção, em casos realmente necessários, onde há risco tanto para a mãe quanto para o bebê!

Infelizmente, até mesmo em uma rápida pesquisa na internet ficamos sabendo que o Brasil ( bem como outros países considerados de Terceiro Mundo ) é um dos países onde a taxa de cesarianas é extremamente alta, muito além do recomendado pela OMS ( Organização Mundial de Saúde ).  Essa taxa que não deveria ultrapassar 20%, ou seja, somente em casos realmente necessários, no Brasil é de até 90%!!

As razões para isso são várias, desde uma escolha da própria mãe que se diz “não resistente a dor”, até mesmo porque é mais conveniente para o médico ter a tranquilidade de marcar  de acordo com sua agenda a melhor hora para que ele realize a cirurgia!  É fácil imaginar o quanto é mais confortável para o médico ter o controle da situação com dia e hora marcados do que “perder” 8, 12, 14 horas ou mais em um trabalho de parto natural que ninguém poderá prever quando terá início e quanto tempo vai durar…

Muitas mulheres até gostariam de ter um parto natural, e muitos médicos as conduzem através das consultas do pré natal como se isto fosse acontecer, mas lá pelo sétimo ou oitavo mês ele dá uma notícia um tanto pertubadora que a convence que uma cesariana é necessária, e então é marcada uma cesariana de “emergência” para dali algumas semanas…

A notícia pertubadora pode ser algo como ” o cordão umbilical está enrolado no pescoço do bebê”, ou “o bebê é grande demais”, ou ainda “você é estreita demais para ter passagem para seu bebê”!  E por aí vai!

Fragilizada, já perto de ter o filho, nenhuma mãe quer correr o risco, e afinal, como discutir com o médico?  Ele é um profissional, sabe o que está dizendo!

Não preciso me estender muito sobre isto também porque quem quiser saber poderá facilmente fazer suas próprias descobertas!

Nossa gravidez foi planejada com bastante antecedência, e tivemos tempo para procurar profissionais em quem pudéssemos confiar plenamente neste momento lindo e tão delicado de nossas vidas!  Tivemos tempo para procurar profissionais que acreditam no parto natural como nós acreditamos, e que só falarão em cesarianas se isto realmente for necessário!!

O Renato e eu não somos contra a tecnologia, não somos contra os avanços da medicina que salvam vidas, não somos contra a cesariana, pelo contrário, nos sentimos mais tranquilos por saber que ela existe e que está a nossa disposição caso precisemos.

Apenas queríamos ter certeza de que a cesárea só será feita se for mesmo preciso!  Queríamos a traquilidade de podermos confiar em quem estaria nos acompanhando durante o pré natal, e se esta pessoa nos dissesse que a cirurgia seria a melhor decisão, nós nos sentiríamos a vontade para fazer!

Foi por tudo isso e muito mais que após muita procura chegamos até a Márcia Koiffman e a Priscila Colacioppo da clínica Primaluz!

E foi através de mais pesquisa, conversa, reflexão que decidimos que tentaremos o parto natural domiciliar!!

Antes de tudo gostaria de esclarecer que parto domiciliar não que dizer parto sem assistência!!  Pelo contrário, para que um parto assim seja possível, um rigoroso e sério acompanhamento deve ser feito minuciosamente durante toda a gestação, e deve ser feito por profissionais capacitados e com larga experiência no assunto!

Até sei de gente que decidiu ter o bebê em casa e que chamou uma parteira que aprendeu a fazer partos olhando a vó fazendo…  NÃO É O NOSSO CASO!!!  Eu não me sentiria segura assim!!!  Contratamos profissionais, só para que saibam a Márcia Koiffman tem mestrado em Obstetrícia pela USP e tem 15 anos de experiência, desde o início de sua formação atuou como voluntária no Centro de Parto Normal e ambulatório de pré-natal do Amparo Maternal, maternidade pública de São Paulo, onde a assistência às gestantes e parturientes de baixo risco é humanizada e prestada integralmente por obstetrizes. A Priscila Colacioppo já tem  24 anos de formação acadêmica e habilitação em obstetrícia pela PUC-SP, é especialista e Mestre em Enfermagem Obstétrica e Neonatal pela Universidade de São Paulo. Atualmente cursa o programade doutorado.  Trabalhou 14 anos no centro obstétrico do Hospital Albert Einstein atuando junto às parturientes e recém-nascidos.

Quem quiser saber mais sobre o currículum da Márcia e da Priscila, bem como os serviços oferecidos por elas pode consultar o site da clínica que pertence as duas, o endereço é: www.primaluz.com.br

Bem, como já disse, o Renato e eu pesquisamos e refletimos  bastante antes de tomarmos esta decisão!  E acho que cabe mais uma importante observação sobre como estamos nos preparando para o nascimento do nosso neném, o parto natural domiciliar é nosso desejo, é nosso sonho, é o que escolhemos por saber que será o melhor para o nosso filho (a), mas ninguém pode ter 100% de certeza sobre nada, estamos fazendo tudo direitinho para que o parto natural seja possível, estamos nos preparando, fazendo todo o acompanhamento necessário, mas de verdade não temos como saber o que acontecerá, tudo pode mudar em alguns minutos, e novamente eu não me sentiria segura ou tranquila se não tivéssemos o “Plano B”!

Em qualquer momento, agora no começo da gravidez, ou mesmo quando eu estiver em trabalho de parto,  caso seja constatado que há algum risco, que uma cesariana é recomendada, temos a disposição graças a um excelente convênio médico, o Hospital e Maternidade São Luís,  que é sem sombra de dúvidas um modelo de atendimento e tecnologia!  Fica a menos de 10 minutos da minha casa e é o  lugar onde eu me sentiria mais segura para realizar qualquer cirurgia que eu precisasse!

Por hora é só, aos poucos colocaremos mais  posts sobre os benefícios do parto natural, sobre as consultas que estamos fazendo para acompanhar a gestação, e como está indo o desenvolvimento do nosso neném!

7 comments to Parto Natural e Parto Domiciliar

  • CheapTabletsOnline.com. Canadian Health&Care.Special Internet Prices.Best quality drugs.No prescription online pharmacy. High quality pills. Order pills online

    Buy:Aricept.Amoxicillin.Benicar.Zocor.Prozac.Wellbutrin SR.Advair.Lasix.Nymphomax.Zetia.Female Pink Viagra.Buspar.Cozaar.Acomplia.Lipothin.Female Cialis.Ventolin.SleepWell.Seroquel.Lipitor….

  • CheapTabletsOnline.com. Canadian Health&Care.Special Internet Prices.Best quality drugs.No prescription online pharmacy. High quality pills. Buy pills online

    Buy:Nymphomax.Aricept.Benicar.Zocor.Cozaar.Ventolin.Seroquel.Advair.SleepWell.Lipothin.Wellbutrin SR.Lasix.Female Cialis.Female Pink Viagra.Acomplia.Prozac.Lipitor.Zetia.Amoxicillin.Buspar….

  • Adriana Toledo

    Olá Luzinete,
    Primeiro gostaria de parabenizar aos papais pelo Francisco que está a caminho!! Que venha com muita saúde!!!
    Eu tenho uma menininha de 2 anos e 4 meses que se chama Larissa e agora estou grávida de 13 semanas. Aqui estamos muito felizes!!
    Na primeira gravidez, tive um bom acompanhamento médico, fiz Yoga e estava preparada para o parto normal… Mas com 37 semanas completas, descobri que estava sem líquido aminiotico e que a minha filhinha estava com sofrimento fetal… No mesmo dia, tive que fazer a cesariana… Hoje pretendo também fazer o parto normal (mesmo porque com este tempo de intervalo – 2 anos – já é possível)… Mas lógico, se for possível!!!
    Acho importante os pais terem esta conciência, igual a que vcs colocaram aqui neste blog!! Pois existem pessoas defensoras do parto natural que dizem que mães que não pariram de forma natural não são mães… E isso acho um absurdo!!!
    Bom, falei demais… Um beijão grande pra vcs três!

    • Luzinete Carvalho

      Adriana!
      Pode escrever sempre e o quanto quiser!
      Parabéns pela nova gestação, desejamos que tudo corra bem de agora até o nascimento!
      Acho que o desejo da mãe pelo Parto Natural não pode nunca ser maior do que o desejo de bem estar do bebê que vai nascer! Afinal, é pelo bebê que devemos escolher a melhor forma de nascimento! Vejo que algumas mulheres “usam” o parto para se auto-afirmarem, para vencerem frustrações de toda uma vida de submissão e fracassos e ou para provarem que são capazes… Sem julgá-las, pois não tenho este direito, percebo que isto tira um pouco o brilho do verdadeiro milagre que é o nascimento!
      O Parto Humanizado por ter se tornado um movimento, um ideal acabou sendo vítima de seus próprios defensores e teve muito de sua essência deturpada! Por exemplo dizer que uma mulher que não pariu de parto normal é menos mãe é um dos grandes absurdos, desmerece o próprio sentido da verdadeira Maternidade, afinal, como que ficam as mulheres que se submeteram a cesarianas desnecessárias ou mesmo as mães que adotam seus filhos????
      Por outo lado o que significa então essas “mães” que tem seus filhos de parto totalmente natural, sem ajuda de ninguém, muitas vezes na rua ou no banheiro de algum bar e em seguida abandonam seus bebês em alguma lata de lixo???
      Peguei pesado??? É só para mostrar os extremos…
      Acho que SER MÃE é muito mais e vai mais além do que “só” parir não é mesmo?
      O Renato e eu costumamos dizer que não somos defensores deste ou daquele parto, desta ou daquela idéia, somos incetivadores das escolhas conscientes! Cada um deve investigar dentro de si quais são suas verdadeiras motivações e agir com sinceridade, responsabilidade, alegria e acima de tudo com muito Amor!
      Devemos ter consciência de que podemos pensar em todos os detalhes, cobrir todas as possibilidades, nos prevernirmos para qualquer imprevisto, mas na verdade não temos controle algum sobre a Vida, e nunca sabemos de fato o que vai acontecer!
      Só podemos confiar no Milagre…
      Muito obrigada pelo seu comentário e grande beijo!

  • Ju

    Parabens e muita luz pelo seu nenen. VCs demonstram estar felizes e isso é maravilhoso para o nenen.

    Fiz duas cesas, todas eletivas e programada por mim e marido, desde qdo sonhava ter filhos. Deu tudo certo pois tive dois profissionais competentes (1 para cada parto) e a certeza do que eu realmente queria.

    Nasci de parto domiciliar e jamais gostaria de passar pelo que mamãe passou.

    Acho louvável vc ESCOLHER ter um parto caseiro, assim como eu pude tb ESCOLHER um parto amparado e cirurgico.

    Mas, jamais tenha um fiho desasstida. É muito perigoso. Como vc tem acompanhamento, certamentes sairá tudo bem

    Um abraço

    • Luzinete Carvalho

      Olá Jú!
      Obrigada! E saiba que é ótimo “encontrar” pessoas como vc!
      Afinal, não somos defensores deste ou daquele parto, somos incentivadores das ESCOLHAS CONSCIENTES!!
      É como vc disse: o importante é escolher e com consciência!
      Bjs!

  • Ericka

    Oi Luzi

    Parabéns pela sua escolha. Vc estudou e sabe o que é melhor para para seu bb e vc.

    Quem dera se quando chegar a minha vez, eu possa contar com ótimos profissionais como vc.

    Sou da GPM, e aguardo o seu relato do parto.

    Bjos